E se tropeçar, do chão não vai passar. Quem sete vezes cai, levanta oito.
Tiago Iorc. 
Enquanto existir algo que ainda possa ser feito, existirá esperança de que tudo possa dar certo.
Jhennifer Werneck
Gritar pra que?
Me escuta quem quiser.
Carol Alves, promisse.  
Uma lagarta vira borboleta, um velho transforma-se em criança… O tempo completa o seu ciclo, volta aos começos. Assim é o tempo da alma, um carrossel, girando, voltando sempre ao início, o ‘eterno retorno’. T. S. Eliot estava certo quando disse que ‘o fim de todas as nossas explorações será chegar ao lugar de onde partimos e o conhecer, então, pela primeira vez’.
Rubem Alves, no livro “O retorno e terno”. 
O que torna belo o deserto é que ele esconde um poço em algum lugar.
O Pequeno Príncipe 
Você não nasceu pra “sobreviver”, e sim pra viver. Desapegue-se do pessimismo. Quer ser feliz? Faça-o por si só o quanto antes, não dependa de ninguém pra isso.
Somatizou. 
Morar três meses em Nova York. Assistir 10 filmes em um só dia. Acampar com as minhas melhores amigas. Comprar meu apartamento e poder escolher cada mínimo detalhe. Comprar muito chocolate e comer de uma vez só. Fazer uma viagem levando apenas uma mochila nas costas. Escrever um livro. Andar de madrugada na rua com um vestido longo de festa. Pintar meu cabelo de uma cor completamente diferente - nem que seja por somente um dia. Aprender a andar de salto alto sem parecer uma pata. Fazer alguma criança realmente gostar de mim. Aprender a ter paciência. Dormir na praia. Morar seis meses em Sydney. Conhecer o amigo britânico da minha melhor amiga. Ver a Torre Eiffel enquanto ainda estou no avião. Dividir minha comida com alguém que acabei de conhecer. Tirar um ano sabático. Conseguir um emprego dos sonhos. Reencontrar todos com que estudo daqui a 10 anos. Nunca deixar a memória de quem eu amo morrer. Cantar em um bar que tenha karaokê. Impressionar alguém com quem me importo. Dançar na chuva. Encontrar alguém para quem eu possa dizer que amo, sem ter medos. Jogar paintball. Aprender a andar no slackline de forma decente. Aprender a andar de cavalo. Comprar um patinete. Criar um teorema que realmente faça sentido. Participar do Arquivo Confidencial de alguém - ou pelo menos fazer o epílogo do livro de algum amigo próximo. Descobrir algo que revolucione o mundo - nem que seja apenas o meu mudo. Fazer uma viagem missionária para o Haiti. Fingir que falo uma língua exótica para não precisar sair de algum brinquedo do parque de diversões. Jogar algo em uma vidraça. Sair sem véu em algum país muçulmano e ver o que acontece. Fazer um boneco de neve. Fingir que sei a diferença entre chineses e japoneses. Usar uma peruca. Voltar aos meus lugares favoritos com as minhas pessoas favoritas. Jogar xadrez com o chileno do supermercado. Ter uma camionete. Morar durante um ano em uma cidade extremamente pequena. Fazer trabalho voluntário com idosos. Ir a um almoço de escritores. Ir aos casamento de todas as minhas amigas. Gastar um salário inteiro só com roupas. Compor uma música. Mostrar para meus filhos fotos minhas aos 17 anos. Adotar uma menina chinesa. Cumprir pelo menos metade dessa lista. Me casar no campo. Nunca deixar de ter fé.
C.T. e suas projeções para um futuro nem tão distante.    
Coloca o mundo no mudo e escuta teu coração.
Luara Quaresma.  
Pensamentos felizes fazem a gente voar.
Peter Pan. 
É fácil trocar as palavras, difícil é interpretar os silêncios. É fácil caminhar lado a lado, difícil é saber como se encontrar. É fácil beijar o rosto, difícil é chegar ao coração. É fácil apertar as mãos, difícil é reter o calor. É fácil sentir o amor, difícil é conter sua torrente.
Fernando Pessoa.